08
março
2017
Entre Amigas – Honestidade nos blogs

Relou Pipou! Tudo bem com vocês?

Honestidade! É o nosso assunto de hoje! No vídeo gravado temos a participação especial da minha amiga Mari Vasconi, do blog Beleza Mista.

O assunto é um tanto quanto polêmico. A gente vai conversar sobre o que deve ser honestidade nos blogs.

Honestidade nos blogs

Honestidade nos blogs

O publipost já é uma realidade. As grandes empresas já enxergam os blogs como um novo meio de marketing. Mas como as blogueiras estão lidando com esse novo nicho?

Para mim, o que diferencia um blog de um comercial na televisão, é a honestidade. Os blogs surgiram na informalidade, dando dicas de moda e beleza, como um bate-papo entre amigas, mas hoje, eles viraram uma grande vitrine, onde as empresas descobriram que pagando as blogueiras para realizar o marketing de determinados produtos, o retorno é maior e menos dispendioso do que fazendo um comercial na TV, justamente porque as blogueiras tem uma maior credibilidade com público.

Essa credibilidade vem do fato de que ao receber um produto – pago ou não – a blogueira tem como premissa, testar o produto e saber se de fato ele cumpre com o que promete. A blogueira é – ou deveria ser – comprometida com a verdade, acima de tudo. O público que procura um blog ou um canal para obter informações acerca de algo quer saber a realidade sobre aquilo que busca. Por esse motivo, nosso compromisso maior deve ser sempre falar a verdade.

Mesmo ao ser paga para falar sobre um produto, a blogueira deve analisar cuidadosamente se vale a pena ou não receber tal dinheiro e falar sobre tal produto. Eu penso que , se uma empresa me propõe pagamento em troca de propaganda, não há mal nenhum nisso. Estamos vendendo um espaço do nosso trabalho. Porém, se o produto não cumprir com tudo aquilo que promete, eu tenho como dever sempre falar a verdade. Entro em contato com a empresa e digo o que penso – com educação né meu povo – e devolvo tudo o que é de direito a empresa, inclusive o dinheiro. O que vendo é o meu trabalho, nunca a minha opinião e a minha honestidade.

Eu poderia ficar aqui horas conversando sobre isso com vocês, mas aí vocês não iam querer assistir ao vídeo… Hehehehe!

Dá um play aqui e vem conferir melhor o que eu e Mari pensamos a respeito desse assunto:

E vocês, caros leitores, o que pensam a respeito desse assunto? Deixem suas opiniões aqui nos comentários para gente continuar esse bate papo!

Se você curtiu este post e este vídeo, não esqueça de clicar em “curtir” aproveite para me seguir nas redes sociais! Adoro ter sempre a companhia de vocês!

Um super beijo, fiquem com Deus e até a próxima!

Tchaaau!


22
fevereiro
2017
Entre Amigas – Não quero ter filhos!

Relou Pipou! Tudo bem com vocês?

O quadro de hoje é o “Entre Amigas” e o assunto é bem polêmico. Eu não quero filhos e no vídeo e no post de hoje, eu explico um pouquinho sobre essa minha falta de vontade de ter filhos.

Não quero ter filhos

Não quero ter filhos

Desde que me entendo por gente, nunca senti o desejo de ser mãe, pelo contrário, sempre disse que nunca pretendia ter filhos e essa vontade se manifesta até hoje. Algumas pessoas, na verdade a maioria das pessoas, tem muita dificuldade em compreender e aceitar o fato de que uma mulher não deseja ser mãe. Toda vez que expresso a minha opinião sobre o assunto, vem uma enxurrada de perguntas e julgamentos em cima de mim, como se eu fosse uma criminosa por não querer ter filhos.

Vivemos em uma sociedade ainda predominantemente machista, onde o jugo de ser mãe assola e assombra as mulheres, e muitas delas acabam por engravidar, não por que querem, mas porque tem alguém por trás delas exigindo isso. Eu não me permito ceder a essa pressão feita em cima da gente. Ter um filho é um assunto muito sério para ser tratado desse jeito.

Sou uma mulher de opinião e atitude fortes, não me deixo corromper por essa pressão, mas é fato que ela existe.

Hoje, eu posso fazer todas as coisas que quero e bem entendo. Tenho uma boa estabilidade financeira e tenho a minha liberdade de comer a hora que eu quero, passear a hora que eu quero e definitivamente não quero abrir mão disso.

Isso não significa que eu seja uma má pessoa, ou que odeie crianças. Eu sou professora de educação infantil e adoro trabalhar com crianças, mas é só. Não quero chegar em casa e ainda ter que cuidar de criança depois de um cansativo dia de trabalho.

Seria muito legal se as pessoas aprendessem a respeitar nossa opinião e a julgar menos. Muitas vezes recebi críticas pesadas somente pelo fato de não querer ser mãe. Falta um pouco de empatia em nossa sociedade. Aliás, anda faltando muita coisa no ser humano…

Eu fiz um vídeo onde explico melhor todas as razões pelas quais não tenho a menor vontade de ser mãe. É só dar play e conferir comigo!

Se você quiser bater um papo legal sobre o assunto, basta deixar seu comentário aqui embaixo.

Se você gostou deste post e deste vídeo, não esqueça de clicar em “curtir” e já aproveita para me seguir nas redes sociais. Eu adoro a companhia de vocês.

Um grande beijo, fiquem com Deus e até a próxima!

Tchaau!


08
fevereiro
2017
Entre Amigas – Dicas para quem está passando pela transição capilar

Relou Pipou! Tudo bem com vocês?

Hoje é dia do nosso quadro “Entre Amigas” e o papo de hoje é sobre cabelos cacheados e ondulados e é especialmente dedicado as pessoas que assim como eu, estão passando pela transição capilar.

Eu já estou há bastante tempo em transição, mais precisamente desde novembro de 2015 e tenho algumas dicas para compartilhar com vocês, dicas que funcionaram comigo.

Quem acha que cabelos ondulados/cacheados são mais fáceis de cuidar, muito se engana. Eles requerem muito mais cuidado. São cabelos mais frágeis e que precisam sim de cuidados especiais. Hoje é muito mais fácil cuidar dos nossos cachos, tendo em vista a gama de produtos que nos tem sido oferecidos pelas empresas, coisa que não acontecia há alguns anos e por isso, a maioria das pessoas da minha geração, acabou por aderir à moda das progressivas e afins, para deixar os cabelos lisos e mais fáceis de cuidar.

Eu tenho me sentido muito mais livre com meu cabelo natural, apesar do trabalho que dá cuidar dele, hehehe…

Eu fiz um vídeo dando para vocês todas as dicas que funcionaram comigo, então, se você tem o cabelo parecido com o meu, pode ser que essas dicas funcionem também para você. Se você quer saber que dicas são essas, é só dar play no vídeo aqui embaixo. Eu acho que você vai gostar!

E aí, vocês gostaram das dicas? Se você tem alguma dica legal para compartilhar, deixa aqui nos comentários. Vamos trocar ideias e informações. Todo dia é dia de aprender, né  não meu povo?

Se você curtiu este vídeo, não esqueça de me seguir nas redes sociais, assim estaremos sempre pertinho uma da outra, trocando informações bacanas e não esqueça também de curtir este post.

Espero muito que vocês tenham gostado. Um grande beijo, fiquem com Deus e até a próxima. Tchaaau!